sábado, 28 de maio de 2016

Arcádia - Troca de livros em Teresina (Pi)


Ei Grifos! Neste sábado (28 de maio) fomos na loja Arcádia fazer umas trocas de livros.

Essa foto foram eles que tiraram ;P

A estante pra trocas começou hoje e o objetivo é que fique por um bom tempo. Quem quiser dar um pulo lá: a loja fica em Teresina (Pi) perto da Praça Saraiva, perto do Colégio Diocesano na rua Treze de Maio.

Deixamos quatro livros maravilhosos (que encontraram novos donos antes de a gente sair ^^) e trouxemos pra casa novos preciosos:


O Incêndio de Troia da Marion Zimmer Bradley, Entre os atos da Virgínia Woolf e lá no canto O Escafandro e a Borboleta de Jean-Dominique Bauby, esse Hannibal é só um figurante mesmo.


O incolor Tsukuru Tazaki e seus anos de peregrinação do Haruki Murakami \o/ e sim estávamos comendo Amori, somos desses.

Tinha tantos livros: a trilogia Millennium do Stieg Larsson; Sherlock Holmes; Percy Jackson; Deuses Americanos, Filhos de Anansi e outros livros do Neil Gaiman; V de Vingança; A Batalha do Apocalipse; Eu, robô; Dan Brown... Difícil escolher, o jeito é voltar.

Ah... Todo amor para Arcádia pela iniciativa, porque não é apenas desapegar, é permitir que outras pessoas desfrutem dessas histórias. 

Aviso - é muito fácil se perder olhando as coisas da loja: 


Apesar dessa "cara de Lufa-lufa" o chapéu falou Sonserina. 

E é isso... até outro dia ^^



segunda-feira, 23 de maio de 2016

On the floor, but happy. o/


Gente, o dia hoje nasceu mais feliz. Apesar de todas as tretas pelas quais estamos passando.
Bicha, corre que saiu o primeiro teaser de Beauty and the Beast. SIM! \o/


Não, pera! Deixa eu apertar o F5 aqui...


Não é segredo que o Parágrafos é Potterhead... É aquele ditado: "Vamo fazer o que, né?" e não podíamos estar mais felizes e ansiosos por ver a Emma no papel da Bela. <3 O resto do elenco pouco importa. 

Era basicamente isso Grifos! ate a próxima. Bjoo

quarta-feira, 18 de maio de 2016

5 doces minutos de Candy Jelly Love (Kpop)





"The King and his men stole the..." não pera, isso é outra coisa. Olá grifos, hoje temos navio, jujubas, kpop, marinheiras, gente falando baixo ¬¬ Colocaram a gente p'ra assistir ao MV de Candy Jelly Love, essa conversa rendeu vários cortes :P "The seas be ours", la la... la la...

Grifo Nosso: Kafka


Aaatchim!

Voltando a falar sobre Kafka, desta vez sobre um texto chamado Diante da lei, que foi inserido no livro O Processo ("resenha" aqui). Juro que vou ser breve pra não ser chato :P


"diante da lei está postado um guarda. Até ele se chega um homem do campo que lhe pede que o deixe entrar na lei. Mas o sentinela lhe diz que nesse momento não é permitido entrar. O homem reflete e depois pergunta se mais tarde lhe será permitido entrar. 'É possível', diz o guarda, 'mas agora não.' A grande porta que dá para a lei está aberta de par em par como sempre, e o guarda se põe de lado; então o homem, inclinando-se para diante, olha para o interior através da porta".


Ok, você tem acesso à lei, a porta "está aberta de par em par como sempre" e por que você não entra? Algo acessível não é apenas te colocarem diante dessa coisa, tem que haver todo um paranauê pra garantir a efetividade disso. Não adianta lá muita coisa demorar 22 anos para resolver um problema... a menos que o processo seja contra você, é claro :)

Outra coisa que atrapalha o acesso à justiça é a falta de informação, várias pessoas não conhecem o que podem fazer. Ex: numa compra pela internet você tem 7 dias do recebimento pra falar "Humm, não quero mais" e desistir da compra sem problemas. Mas pra que contribuir com isso se a ignorância é mais fácil de controlar?

Que tal um exemplo (avisando que esse exemplo não é meu)? Em cada loja tem um Código de Defesa do Consumidor, ou pelo menos é para ter, certo? Pois bem, se você for atrás de o que fazer se o produto tiver um defeito, não vai encontrar destacado DEFEITO DO PRODUTO, vai encontrar FATO DO PRODUTO, é assim que ele chama um defeito...(ZZZzzzZZ) ainda tem alguém aí? Então... como faz?


"'Diz-me', fala o homem, 'se todos desejam entrar na lei, como se explica que tantos anos ninguém, além de mim, tenha pretendido fazê-lo?' O guarda percebe que o homem está já às portas da morte, de modo que para alcançar o seu ouvido moribundo ruge sobre ele: 'Ninguém senão tu podia entrar aqui, pois esta entrada estava destinada apenas para ti. Agora eu me vou e a fecho'."

'té mais.

domingo, 8 de maio de 2016

Hoje tem Tag?

Tem, sim senhor \o/ 

Boa noite, amores <3 Esperamos que o domingo de vocês tenha sido tão alegre quanto o nosso e que tenham aproveitado lindamente com suas mamães. E por falar nelas, a tag de hoje é em homenagem àquelas que nos cobrem de amor, ternura, afeto, mas que também sabem puxar a nossa orelha e nos ensinam preciosas lições.


Pois bem, fizemos uma busca pela internet e encontramos uma tag bem criativa/divertida que reúne livros (<3) e as frases mais comuns ditas pelas mães, se chama Frases de Mães e foi criada pelos blogs Coleções Literárias e Um baixinho nos Livros. São 15 perguntas e cada um de nós escolheu democraticamente a sua para responder. Vamos lá então \o/



1 - Eu vou contar até três: Um livro que você não via a hora de acabar.


(C.Schreave - O desenrolar dessa história faz você querer devorá-la o mais rápido possível. INCRÍVEL o define. Se o relerei: sim ou claro? haha)

2 - Se você falar isso de novo te arrebento os dentes: Um livro que você não suporta que falem mal.


Por unanimidade né, gente? <3 Somos Potterheads assumidos e claro que não poderia ser outro <3 Compreendemos que há aqueles que não gostam do universo magnífico criado pela rainha J.K assim como há os que não tem o menor interesse em se aventurar pelos sete livros, mas falar mal aí já chama pra briga, monamour u_u 

3 - Se você correr vai ser pior: Um livro que você corre dele, mas sabe que um dia terá de lê-lo.


(M.Darcy)

4 - Vem comer senão esfria! Um livro que você leu logo que lançou:


(C.Schreave - esse sobrenome diz muita coisa não é, haha)

5 - Você não é todo mundo! Um livro que muitos odeiam, menos você. 


(M. Darcy - Como diz Inês Diva Brasil: não vou mentir, mano, adoro!)

6 - Quantas vezes eu já disse para você não fazer isso? O personagem que mais te irritou e fez burrada.


(J. Caronte - É, não deu, Percy...)


7 - Não, quando eu digo não, é não! Um livro que você não lerá, não importa o quanto as pessoas falem bem.


(M.Darcy - Pelos spoilers que li por aí, não tenho interesse em lê-lo. Não me dou bem com finais tristes.)

8 - Não mente pra mim! Um personagem mentiroso, que te enganou direitinho.


(M.Darcy - O Rei de Copas foi uma grata surpresa.)

9 - Coração de mãe não se engana: Um livro que te conquistou pela capa e a leitura foi ainda melhor.


(J.Caronte - Capa incrível + preço acessível = tive que comprar)

10 - Tá chorando sem motivo por quê? Pera aí que vou te dar um motivo pra chorar. Um personagem chorão, que te fez raiva.


(C.Schreave - Abby não é uma personagem chorona, mas confesso que ela me irritou em vários momentos. E mesmo a entendendo em algumas situações, havia outras em que eu queria dar uma sacudida na criatura)

11 - Come só mais um pouquinho! Um livro que fez você dizer: "Vou ler só mais um pouquinho". 


(M.Darcy - Apesar de não ter curtido o final da história, não conseguia largar o livro x_x)


12 - Quantas vezes vou ter que repetir? Um livro que você teve ou terá de reler para entender melhor.


(J.Caronte - Vários nomes, muita coisa acontecendo... Tô confuso até hoje '-'  O livro conta sobre a criação da Terra Média, então o que esperar, não é mesmo?)

13 - Não fez mais que sua obrigação! Um livro que você leu por obrigação.


(M.Darcy - Daqueles que você tem de ler na escola mas acaba se encantando pela história <3 É um dos meus clássicos favoritos!)

14 - Coração de mãe sempre cabe mais um. Os três próximos livros que você está louco para comprar.

Bem, como somos três, decidimos que cada um escolheria dentre os milhões de desejados um livro:
 

Eleanor e Park ( M.Darcy)
O Circo Mecânico Tresault (C.Schreave)
2001 - Uma Odisséia no Espaço (J. Caronte)

15 - Isso, quebra mesmo! Não foi você quem pagou. Um livro que você emprestou e voltou irreconhecível.


(J.Caronte - Fui obrigado a ir buscar na casa do meu primo e qual não foi a minha surpresa quando encontrei o "my precious" em cima do aquário, as páginas amareladas... '-')

Esperamos que tenham gostado \o/ A tag pode ser adaptada para filmes, séries, doramas, então fiquem à vontade, afinal, dia das mães é todo dia <3 Até a próxima, Grifos!

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Serie: Belas recatadas e do "lar"? Será? #AustenPraVida Parte 2


Olá Grifos! o/

Estou com algumas coisas martelando na minha cabeça hoje, elas envolvem uma mulher inteligente, de beleza mediana (que nunca seria tão bonita quanto sua irmã, Jane), porém pobre, um homem e sua riqueza que não pode ser ignorada, relações entre mulheres e homens e construções sociais. Muitas coisas não?



Na verdade eu li Orgulho & Preconceito já acerca de quatro anos atras, e eu assisti primeiro o filme, o que prejudicou um pouco a minha tão amada imaginação na hora de ler, mas eu sobrevivi.  E se você, que está lendo esse post, chegou a terra hoje e por algum motivo nem mesmo ouviu falar dessa historia, aqui está uma...


Pequena Sinopse:
Então... Elizabeth Bennet é a segunda filha e queridinha do papai (Mr.Bennet), talvez por que ela gosta de ler e pensa e expressa, o que é muito importante, o resultado do trabalho de seus neurônios. Ela tem mais quatro irmãs,na ordem da mais velha para a mais nova fica assim: Jane, Elizabeth, Mary, Kitty e Lidya. A Mrs. Bennet, só pensa em casar as filhas e em sues pobres nervos, uma mulher medíocre e que enche o saco durante toda a leitura ou do filme, série enfim, vou falar um pouco das adaptações mais pre frente.



Em uma bela noite as irmãs Bennet vão a um baile publico e lá Lizzy conhece Mr. Darcy, que para ela é um homem muito esnobe e orgulhoso, mas depois de muito pensar e pesar, ela percebe que nem tudo é preto no branco sempre, mas ele também não gosta muito da moça no começo, simplesmente porque ela teve a audácia de responde-lo rispidamente e por ser pobre também, e mesmo assim ser orgulhosa?
    
ATENÇÃO: As cenas a seguir são fortes. Não recomendamos a pessoas com problemas cardíacos, sensíveis ou a menores de idade.  



terça-feira, 3 de maio de 2016

Jurassic Park (livro)


\o/ Grifos, hoje temos dinossauros, Yeah! 

Quero testar uma ideia neste texto: vou fazer uma espécie de diário de expedição, a cada 100 páginas venho aqui escrever um pouco. Avisar logo também que posso me empolgar com esse tema e o texto não ter fim '-'

Mas primeiro... vai que alguém não sabe do que se trata o livro: um velho maluco por dinossauros e cheio da grana decide ir prum país onde as leis não atrapalhassem ele de fazer teste genéticos perigosos e montar um parque clonando seres extintos.

Página 100 - Galinha tem dente?

Já começou com uma surpresa: América Central, mais especificamente a Costa Rica. Não lembrava que a história se passava lá, tenho que reassistir ao filme assim que terminar de ler... É um filme de 93 será que ele sobreviveu a esse tempo...?  O bom é que aproveito e assisto ao novo (Jurassic World).

Voltando... Temos a apresentação bem de leve das personagens, a motivação de cada um dos humanos, e os primeiros contatos com algumas das estrelas do livro. Já vemos os ataques daqueles "dinossaurinhos" do começo do filme com seu jeito curioso, fofo e mortífero de entortar a cabeça e atacar uma menina.


2ª surpresa - logo de cara começa a aparecer comparações entre dinossauros e as aves, principalmente com as galinhas, "são semelhantes a pássaros" (página 58). O quê?! Era uma coisa que não esperava do livro. Por quê? Já vi gente criticando o filme no quesito científico, dizendo que os dinossauros teriam na verdade penas pelo corpo, que as aves seriam parentas deles, essas coisas. Aí pensei que jamais iria ter nenhuma linha falando disso. Surpresa! 

"Dinossauros haviam morrido no período Cretáceo, 65 milhões de anos atrás. Tinham florescido como espécie de vida dominante no planeta no Jurássico, há 190 milhões de anos. E surgiram no Triássico, aproximadamente 220 milhões de anos atrás." 

Página 71

Tem uma teoria (posso chamar de teoria?) de que é possível "desevoluir" uma galinha, já que enquanto embrião elas possuem caudas e dentes, acordando assim os dinossauros de seu DNA. Ah, não tô falando sobre o livro aqui, isso seria na realidade mesmo =D (Revista Galileu).

Continuando, "nenhum lagarto com três dedos esteve neste planeta por duzentos milhões de anos" (página 70), novamente, as galinhas com seus pés escamosos e com três dedos. Da próxima vez que for comer frango pense que talvez aquilo já esteve no topo da cadeia alimentar... parece que o jogo virou, não é mesmo? 




Página 200 - Bem vindos ao Jurassic Park

Pelo visto ninguém foi pra ilha a passeio. Até as crianças que o avô (dono do parque) convida possuem um motivo pra estarem ali...

domingo, 1 de maio de 2016

Série: Belas, recatadas e do "lar"? Será? #DoramaPraVida Parte 1




Hello everyone! o/ Como estamos nessa linda noite de sábado? Eu estou fazendo o que eu mais gosto, que é ver dorama. <3 Ainda sobre doramas, hoje pretendemos ter um papo legal, sobre Ásia, Coreia do sul, mulheres e família (através da ótica dos doramas).

   
Vamos conversar sobre Twenty Again.<3 Antes, uma pausa para as informações básicas, que toda resenha de respeito deve ter:


Título: 두번째 스무살 / Doobunjjae Seumoosal/ Twenty Again
Conhecido também como: Second 20s, Second Time Twenty Years Old
Gênero: Romance, comedy
Total de Episódios: 16
Emissora: tvN
Período de transmissão: 28 de agosto à 17 de outubro de 2015
Produção:JS Pictures
Direção: Kim Hyung Shik

Roteiro: So Hyun Kyung

Antes uma pequena sinopse (Sem spoiler):

Ha No Ra (Choi Ji Woo), engravidou na adolescência por isso se casou muito cedo, aos 19 anos, e agora depois de passados vinte anos, seu casamento vem declinando cada dia mais, seu marido Kim Woo Chul (Choi Won-Young) vive lhe pedindo que assine os papeis do divorcio alegando que seu casamento está insustentável porque eles não dialogam mais. Por outro lado seu filho Kim Min-Soo (Kim Min-Jae) está tentando passar no vestibular, e a pressão lá não é só da família, a cidade toda ta "torcendo" quando os alunos vão fazer a prova. Mas isso é outro assunto.


A questão é que ela acaba entrando na mesma Universidade em que o filho entrou e que o marido passou a trabalhar, isso porque ela estudou escondido e pretendia levar os estudos adiante na surdina o máximo de tempo que fosse possível, mas como com as pessoas das quais ela queria se esconder estando no mesmo ambiente o tempo todo? E é ai que começa as treta... quero dizer a historia. :D

 A partir daqui eu vou elencar alguns pontos que chamam mais atenção e abrem questionamentos... ou não. O resto é com vocês.

Eu sei! Ela é tão linda e talentosa. <3
A largada:  

No inicio No Ra era uma ahjuma (mulher mais velha, que geralmente cuida da família e da casa)  mesmo, vivia para o marido e o filho, e irritava muito, porque parecia que ela não tinha personalidade e só fazia aquilo que o marido queria, e esse ainda por cima tinha uma amante rica Kim Yi-Jin (Park Hyo-Joo), Porque outro motivo ele pediria o divorcio não é? Mas, como uma mulher submissa assim estudou e passou no vestibular sem que a família soubesse?

Bom, Ha No Ra foi diagnosticada por engano com uma doença terminal e passa a acreditar que tem apenas seis meses de vida, por isso ela decide experimentar tudo aquilo que ainda não tinha feito. e consegue. E o amor pela personagem só vai aumentando no decorrer dos episódios. <3


Vinte outra vez: Antes de engravidar e se casar No Ra tinha o sonho de ser dançarina profissional, mas isso foi interrompido com o nascimento do Min-Soo e com o traste do marido dela, e ao voltar para a Universidade ela pode resgatar um pouco do que ela não pode viver, mesmo que não seja exatamente do jeito que ela pensou; alem do mais ela acaba se dando também a oportunidade de conhecer melhor os problemas da nova geração e por tanto do filho, o que vai mais na frente ajuda-la a melhorar a relação com ele, que por sua vez passa a olhar a mãe de uma forma diferente depois dessa performance: 




Depois de um tempo ela começa melhorar a relação como Min Soo, eles acabam se entendendo mutuamente e ele se torna o fã e defensor numero um da mãe, é muito lindo ver a relação deles depois de tudo isso. <3



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...