segunda-feira, 6 de março de 2017

Maratona Skindô-skindô e nosso flop


Bom dia, boa tarde, boa noite Grifos \o/

Como foram de Carnaval? Nós aproveitamos esse feriado estendido pra engatar nossas leituras. Como incentivo participamos da Maratona Skindô-skindô organizada pela linda da Tatiana Feltrin  Aqui no blog quem participou foi a Carol e a Manu. Let's go.

24 de fevereiro

E cá estão as escolhas e metas da Carol: 

• Pretendo iniciar a leitura de "Ilíada".

• Finalizar "Batman - Ano Um"

• Ler todo "Senhora" e "A Vida do Livreiro A. J. Fikry".




25 de fevereiro

Primeira meta cumprida da Carol. Uhul!

Este é, definitivamente, um livro para quem ama livros. Para quem se sente acolhido ao entrar em uma livraria. Para aquelas/aqueles que enxergam nos livros não somente uma história, mas um tesouro. Um refúgio. Um mundo, como é enfatizado na capa deste livro.

Acompanhamos a grande reviravolta na vida do ranzinza A.J Fikry, um livreiro amante de contos, que faz questão de expor sua opinião sobre o que é de fato um bom livro. Essa mudança tem não somente um, mas vários nomes, e não acho justo citá-los aqui porque comprometeria a experiência da leitura. ;-)

Só saibam que nessa história os livros também são protagonistas e como já é sabido por toooodos nós, são poderosas ferramentas de transformação.
Outro ponto que vale a pena destacar (e é um super incentivo à leitura dessa historia) é que inúmeros autores e títulos são citados, então acreditem, ao final todos estarão com uma listinha em mãos, haha. Leia, leia, leia.

As últimas páginas foram uma baita surpresa e deu aquele aperto no peito... Ao fechar o livro, imediatamente o abracei, já sentindo saudade. Com toda certeza entrou para a lista dos livros que valem a pena ser relidos 


Gostaria de agradecer a Raquel do Pipoca Musical porque através da resenha dela que essa lindeza (e tantas outras) entrou para minha lista anos atrás. "as coisas que nos tocam aos vinte não são necessariamente as que nos tocam aos quarenta, e vice-versa. Isso é verdade para livros e para a vida" A.J. Fikry, p. 37.


25 de fevereiro

Alô, alô, Manu falando agora. Então gente... tô um pouquinho atrasada mas também vou participar da maratona e ser feliz sem medida. Os planos para essa maratona são:


• Terminar a leitura de "O Fantasma da Ópera", carinhosamente chamado pela gente de Fantasmão, de Gaston Leroux;

• Continuar a leitura de "O amante de Lady Chatterley" de D.H. Lawrence;

• Prosseguir a leitura de "20 mil léguas submarinas" de Jules Verne;

• Iniciar os trabalhos em "Domitila" de Paulo Rezzutti;

• Dar o ponta pé inicial na leitura de "Cirque Du Soleil" de John U. Bacon.

• Continuar a leitura de "Skip Beat" de Yoshiki Nakamura;

A bicha tá bem francesa meixmo. 




26 de fevereiro

Carol voltando para dizer que deu início à segunda leitura. "Senhora, quem é a senhora?"

Vi que vou precisar de um dicionário ao meu lado, então vai ter que ser uma leitura mais cuidadosa. :P 

Vamos na fé.



27 de fevereiro

Manu aqui atualizando as leituras de carnaval:  

Terminei "O Fantasma da Ópera" e é um livro muito empolgante e até cômico. Transcrevendo a tradutora Margarida Patriota: "Eu sempre tive inveja de quem assistia a peça na Broadway mas agora não mais." Hahahahahahaha


Bom, vocês já devem ter escutado ou lido um pouco sobre a historia de um suposto fantasma que assombra uma ópera em Paris, ninguém sabe ao certo se realmente é um fantasma. É como uma lenda urbana. Não vou falar muito mais porque em breve teremos resenha aqui, ou não.

Mas, posso dizer de antemão que é mais que qualquer coisa uma trama de mistério, engenhosidade e por que não? De amor... <3



~ ~ ~ ~ ~

Carol: oi, oi, galera \o/ o domingo de carnaval não foi lá muito proveitoso nas leituras: além de sair de casa por boas horas, acompanhei a cobertura do Oscar, daí já viu né?

Na segunda só consegui finalizar "Batman - Ano Um" e devo dizer que foi uma experiência ótima para quem é recém chegada no universo de super heróis e até das HQ's/Graphic Novels (minha experiência se limitava até então à Turma da Mônica que devo reforçar o quão adoro. Adoro).


Aqui temos duas histórias paralelas que, em determinado momento, irão se cruzar devido à interesses em comum: o jovem Bruce Wayne e o policial Jim Gordon.

Acompanhamos o nascimento do Batman: da perda dos pais até a preparação para encarnar o Homem-Morcego e se tornar o herói que Gotham City desesperadamente necessita.

Jim, por sua vez, está chegando à Gotham e além do dilema de encarar o que ele considera como um inferno, sua esposa está grávida e isso, longe de tranquilizá-lo, só engrossa o caldo que é seu receio. Além, é claro, dos inúmeros desafios que irá enfrentar ao ver o quão hipócrita e corrupto é o departamento policial. 

Batman é um personagem bastante complexo. Até mesmo no cinema - retratado sob o olhar de inúmeros diretores e performances de N atores - é possível perceber as inúmeras nuances do personagem: o compromisso em lutar contra o crime, o reflexo da opinião da população sobre si, a solidão que o cerca e se torna companheira (além de Alfred, é claro) e o significado de ser o Batman.
A vingança é, de fato, o motor dessa jornada?


Frank Miller - o roteirista desta história - afirma que: "Ele é claramente um homem com uma missão, mas não de vingança. Bruce não busca desforra pessoal. Ele é muito maior, muito mais nobre que isso. Quer tornar o mundo um lugar melhor, onde o menino Wayne não seria uma vítima". E devo dizer, Sr Miller, que concordo com suas palavras 

Menção honrosa à nossa diva Selina e sua primeira aparição como Mulher Gato. Que personalidade! 


1º de março

Apuração da Maratona Skindô-skindô.

Unidos do Flop: Nota 10!

Gente, Carol chateada aqui, fui a única a alcançar só 50% das metas? Que horror. Mas culpo Bates Motel pelo error 404 not found :P Minha atenção foi completamente sugada. Que série do caramba 😱




Como já postado, só conclui a leitura de "Batman - Ano Um" e "A Vida do Livreiro A.J. Fikry". Nem peguei na Ilíada (até me dou um desconto visto que é um projeto a longo prazo) e "Senhora" só li (vergonhosamente) o primeiro capítulo. Tá, mas o que a "Escrava Isaura" faz aí? 

Pois bem, estava na intenção de fazer essa releitura ainda em 2017 e assistindo a adaptação para a TV que foi produzida e está sendo transmitida pela Record, me veio a vontade de colocar, ainda que de última hora, nas  metas da maratona. Então iniciei hoje à tarde e devorei umas boas sessenta páginas \o/ 

Foi um prazer participar da maratona e poder acompanhar as leituras de vocês. O bom é que esse ano tem vários outros feriados prolongados, então teremos muitas maratonas pela frente. Obrigada mais uma vez Tatiana Feltrin pela iniciativa/estímulo 

Bom final de semana pra vocês, galere 😘

E vocês heim? O que leram neste carnaval? 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...