domingo, 25 de setembro de 2016

Suicídio & internet - Agatha Christie?



"Mas, o que é que tem a ver um livro de 1943 com a internet, seu maluco?" 

Acalme-se jove-gafanhoto. Acabei de ler The Moving Finger da Agatha Christie mentira faz umas 3 semanas, e desde o começo minha mente explodiu ao perceber o quão atual ainda é um dos pontos da história. Primeiro... desculpa, mas vou ter que fazer um resumo d'A Mão Misteriosa (sim, é o título em português). 

A história é narrada por Jerry Burton, um cara que não queria usar a expressão "se fudeu", deixa eu pensar em outra... devido a um sério acidente aéreo teve vários ossos faturados, por recomendações médicas ele e a irmã, Joana com dois "n", se mudam para uma pacata cidade do interior da Inglaterra, Lymstock. Lá os irmãos são muito bem recebidos por uma carta anônima xingando Joanna de vadia, e insinuando que, na verdade, os dois não são irmãos... Depois de altas risadas, eles tocam fogo. 


O pior é que isso tá acontecendo com praticamente todos os moradores da cidade. Várias cartas sem remetente aparecem xingando, difamando, dizendo supostos segredos, e outros verbos desagradáveis no gerúndio. Então, uma pessoa (sinta o esforço para não dar spoiler), que acabara de receber uma desses maravilhosas cartas, aparece morta com um bilhete dizendo mais ou menos que não aguenta mais. 

Olha a relação com a atualidade aí gente! De vez em quando sai essas notícia de alguém que cometeu suicídio por ter sido exposto na internet: fotos/vídeos íntimos, segredos, ameaças etc. 

Nem preciso falar que o mistério do livro é saber quem é "a mão misteriosa" por trás das cartas anônimas, né? '-'


Essa foi a deixa que encontrei pra falar sobre o setembro amarelo, que já tá no fim... não importa, que tem o intuito de prevenir o suicídio. Então, por mais tentador que seja... por mais cansad@ que você esteja... por mais que queira se ver longe de toda essa merda... procure alguém, mesmo que não seja um especialista, mesmo que seja alguém só pra desabafar. Converse sobre.

"Mas num tenho..." Liga 141 ou acessa o site do Centro de Valorização da Vida

Voltando ao livro. Lembrete nº 1: a Agatha Christie, pra mim, é a rainha da construção das personagens. Ela consegue marcar tão bem as pessoas que com uma só característica o próprio leitor vai montando a personalidade, passado etc.



Lembrete nº 2: os mistérios dela são mais trabalhados nas relações sociais/pessoais, isso é o que eu acho... por favor guarde essas pedras. 

Tem uma frase nesse livro "onde há fumaça há fogo" que sintetiza a obra. Ela é cheia de fumaça, tem fumaça pra tudo que é lado. A autora fica é jogando fumaça na tua cara, só pra despistar, só pra te engabelar hoje o palavreado tá bom, é a função dela, não é mesmo? Enganar o povo.  

Ah! Tenho que dizer também que esse é um caso da Miss Marple, a velhinha detetive e tricoteira da Agatha Christie.


 Era isso, 'té mais. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...