domingo, 26 de julho de 2015

And I say: Hey, yeah, yeeah, yeeeah ♪

Boa noite, amores! Como estão, hum? Ainda de férias ou já voltaram à luta diária? Vim fazer essa resenha com a cara e a coragem porque definitivamente não saberei expressar em palavras o turbilhão de sensações (!) que foi assistir a Sense8


A série foi produzida e lançada pela Netflix, os criadores são os irmãos Andy e Lana Wachowski, responsáveis por Matrix. A história gira em torno de oito pessoas (Ah vá!), de nacionalidades/personalidades distintas e há uma conexão entre eles e elas que ainda não consegui compreender por inteiro. O que pude entender é que os oito não são exatamente humanos, fazem parte dos "sensitivos" e há uma importante e perigosa organização em busca deles porque a mesma os vê como uma ameaça. 

Inicialmente, acompanhamos a rotina de cada um deles/delas, seus hábitos, a relação com a família, amigos ou companheiros/companheiras. Então, a partir do momento que passam a ter conhecimento da existência do outro, suas vidas "se cruzam" e sentimentos florescem, desde companheirismo e afeto até desejo e amor. 

Não consegui entender à fundo o que são e o que representam e como exatamente eles "surgiram". Em alguns momentos pisquei várias vezes, tentando me encontrar na trama, mas você não tem folga não, é uma emoção atrás da outra. Acredito que ao longo das próximas temporadas (Estou confiante) as interrogações serão esclarecidas.



E quem são os oito, afinal?


Na primeira linha, começando a partir da esquerda, temos Capheus Van Damme, motorista de uma van em Nairóbi e dono do sorriso mais puro e sincero de toda a série; ele possui a capacidade de tirar algo de bom de toda e qualquer situação. Lito Rodriguez, ator renomado de filmes e telenovelas, residente na Cidade do México; Lito vive um relacionamento com Hernando (Lindos, venham k <3), um amante das Artes, mas por receio de que seu relacionamento venha à tona e acabe por causar um "escândalo" e consequentemente respingue em sua carreira, ele mantém um namoro de fachada com sua amiga Daniela. Sun Bak, economista que vive em Seul, lutadora de kickboxing (E que lutadora! Sun tem um talento estrondoso. Deixa qualquer um no chinelo, literalmente), é uma mulher firme, de olhar duro, mas que carrega no peito a dor pela perda da mãe quando ainda era criança. Riley Blue é natural da Islândia, mas vive em Londres, trabalhando como DJ; Riley possui um passado cheio de perdas. Seguindo a mesma sequência, temos o meu amorzão/maridão Wolfgang Bogdanow, um alemão de temperamento difícil e estilo de bad boy que arromba cofres junto de seu melhor amigo, Félix; Wolf teve uma infância marcada por um pai opressor, que mereceu e muito o que lhe ocorreu. Will Gorski, um policial que reside em Chicago, possui um ideal enorme de justiça; um assassinato marcou sua infância e o fato de não ter sido solucionado o persegue com pesadelos. Nomi Marks é uma hacker, que vive em São Francisco, junto de sua namorada Amanita; Nomi é transexual, um exemplo de luta pela liberdade de sermos quem somos e de que a felicidade não se baseia em rótulos infames, construídos socialmente. Kala Dandekar, é farmacêutica e mora em Mumbai; ela está prestes a se casar com Rajan, entretanto, ela não o ama e logo esse sentimento e a inquietação que o acompanha, a fará repensar e analisar que decisão tomará.

Essas descrições são superficiais (Wikipedia me deu uma mãozinha), bem sei, mas é proposital, acredito que tiraria toda a magia se descreve-se com detalhes (E mesmo que eu desejasse, não iria conseguir transpor com tanta fidelidade) as angústias, perdas, dores, vontades e anseios de cada um deles e de cada uma delas. Você torce por eles, sente o medo que os cerca, as dúvidas. Tem aquela vontade de atravessar a tela e lutar ao seu lado. Você se emociona, idealiza e vibra pelos casais que já existem e pelos que estão a se formar. A interpretação dos atores é magnífica. Olhares e gestos bastante expressivos. Cada um transmite com maestria a essência de seu personagem. Querem mais motivos? Vamos lá.

Abertura


Sem brincadeiras e "puxasaquismo", é uma das mais belas que já vi. A mistura dos lugares em cada país, das pessoas, das culturas é de encher os olhos. A série toda tem uma fotografia linda, que te faz querer arrumar as malas e conhecer todos os lugares apresentados no decorrer de cada episódio. 

Trilha Sonora


A sonoplastia é bem elaborada. Nos momentos certos nossos ouvidos se enchem com trilhas de suspense, ação. Somos brindados também com The Who (Baba O'Riley), 4 Non Blondes (What's Up - Há uma cena em que todos os personagens cantam juntos essa música. É simplesmente uma das mais delicadas e emocionantes <3) e Knockin' On Heaven's Door - não tenho certeza a quem a música pertence mas irei por como sendo do Gun's and Roses. 

Histórias de vida marcadas por altos e baixos, aprendizados, lutas e perdas, amor, afeto, rejeição, desejo... Uma montanha russa de sentimentos te aguarda com Sense8 e seus 12 episódios. Estou arrebatada e anseio loucamente a segunda temporada - infelizmente ainda não temos uma confirmação oficial mas os dedinhos estão cruzados e diante da receptividade do público com a série é bastante provável que renovem. Uma série crua, intensa e nada comum. 

"É isso que é a vida... medo, raiva, desejo, amor".

Espero que tenham curtido e gostaria muito de saber a opinião de vocês aí nos comentários e, é claro, se os convenci a assistir, haha :D E aos que já assistiram, comentem o que acharam e o que esperam para a próxima temporada (Estou realmente confiante). Até a próxima, amores <3

C.Schreave

4 comentários:

  1. Aumentando ainda mais a vontade de ver. Massa!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jorge! Que bom te ver por aqui \o/ Assista! Garanto que vale muito à pena. Uma série que te tira o fôlego e não te dá tempo pra processar todas as emoções, é uma atrás da outra, rs. Aguardo você aqui pra me contar o que achou ;*

      Excluir
  2. Essa abertura é incrível mesmo! Doido pra assistir e pelo visto é melhor preparar as malas antes ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode preparar mesmo e assim que acabar você irá correr para reservar uma passagem, haha. Obrigada pelo comentário e espero que goste da série. Volte aqui pra dizer o que achou, sim? Beijão <3

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...